Brasil

8- O governo de extrema-direita de Bolsonaro é um dos bastiões do ultraliberalismo e dos retrocessos democráticos, sociais e ecológicos. Tem como objetivos aprofundar o reordenamento liberal do Estado brasileiro, destruir direitos em prol da mercantilização de todos os bens comuns, criminalizar a pobreza e a oposição política e social contra todo ativismo e resistência. É inimigo da natureza e dos povos que com ela convivem de forma sustentável. Os povos indígenas, guardiões dos nossos bens naturais, foram atacados desde o início do governo. Bolsonaro e Salles flexibilizam a legislação ambiental e incentivam crimes do agronegócio como o desmatamento e os maiores incêndios da história da Amazônia, dizimando milhões de seres animais e vegetais, avançando a fronteira do agronegócio sobre terras indígenas e quilombolas, o desmonte da fiscalização e a liberação absurda de agrotóxicos. Foi no governo Bolsonaro que se deram os desastres de Brumadinho, o vazamento de óleo nas praias do Nordeste e todo o cinismo e morosidade nas ações de combate aos efeitos nefastos à população e ao meio ambiente.

9- A pandemia modificou sensivelmente o cenário econômico, social e político no Brasil. No mês de abril de 2021, o país registrou o mês mais letal da pandemia, ultrapassando 400 mil mortes e mais de 15 milhões de infectados. É a maior tragédia humanitária da história do país desde o fim da escravização do povo negro. A pandemia segue à deriva, sem nenhum controle. Há em circulação uma nova variante do vírus, mais contagiosa e mais letal. Para piorar, a vacinação continua em ritmo lento, muito aquém das necessidades nacionais. A tragédia de proporções bíblicas que o Brasil vive é resultado direto da política genocida e negacionista de Jair Bolsonaro.

10- Do ponto vista econômico,o PIB brasileiro caiu 4,1% em 2020— uma das maiores quedas anuais da história —, sendo que o resultado só não foi pior devido ao considerável impacto do auxílio emergencial na atividade econômica, que injetou mais de 300 bilhões de reais na economia, beneficiando mais de 60 milhões brasileiros. Porém, mesmo com o auxílio, houve aumento do desemprego (que atingiu nível recorde, chegando, no último trimestre de 2020, à taxa de 14,1%, segundo o IBGE). 

11- Vale sublinhar que a crise social incide com muito mais intensidade nas camadas mais oprimidas da classe trabalhadora — negros, mulheres, os mais jovens e LGBTQIA+ —, provocando um agravamento das já abismais desigualdades brasileiras. 

12- O governo Bolsonaro se enfraqueceu politicamente dentro e fora do país, perdendo apoio inclusive em um setor expressivo das camadas médias dos centros metropolitanos, que eram o esteio de sua sustentação política anterior. A ofensiva bonapartista do bolsonarismo, de viés golpista, foi contida, obrigando Bolsonaro a fazer um recuo tático significativo, que se expressou, entre outros fatos, na incorporação do Centrão na base do governo, no abandono dos atos de agitação golpista, na concessão social do auxílio emergencial até o final de 2021.

13- É tarefa central do PSOL e da esquerda lutar pela derrubada do governo Bolsonaro e munir-se de políticas unitárias antigoverno, antidireita, antimilícias através de uma frente que reúna as organizações políticas e sociais dos trabalhadores e das trabalhadoras, e todos os setores sociais explorados e oprimidos que têm estado nas lutas de resistência, em torno de um programa mínimo de enfrentamento ao governo de extrema-direita, encabeçado pela família fascista de Bolsonaro. Esta frente deve impulsionar um amplo movimento social e político, nas ruas, contra Bolsonaro e seu programa. As iniciativas unitárias do Ele Não, do Vira Voto no segundo turno de 2018, as marchas dos povos indígenas, das mulheres negras, o tsunami da Educação, o Fora Bolsonaro, os pedidos de impeachment e as marchas antirracistas, antifascistas mostraram o potencial construtivo das lutas de massas para ampliar a base de oposição ao bolsonarismo e disputar a consciência do conjunto da sociedade para enfrentar os ataques das forças reacionárias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: