Mudança no comando imperial

3- Nesse contexto turbulento, a derrota eleitoral de Donald Trump foi um sério revés para o projeto da ultra-direita em todo o mundo, embora não elimine a tendência ao desenvolvimento desta extrema-direita. A alta participação eleitoral alcançada, resultante da revolta antirracista e na militância democrática de centenas de milhares, impediu que Trump continuasse a desafiar o resultado. A derrota de Trump perturba o impulso do autoritarismo que se espalha pelo mundo.

4- O ressurgimento da esquerda organizada norte-americana – em especial em torno da pré-candidatura de Bernie Sanders, da eleição de diversos parlamentares  e do movimento Black Lives Matter – forçou o establishment do Partido Democrata a adotar um discurso de inclusão de minorias e uma política econômica com traços neo-keynesianos.  No entanto, Biden é o comandante-em-chefe de um império ameaçado e demonstra a intenção de manter uma política externa que não cederá na guerra econômico-tecnológica, política e territorial com seus rivais. Reajustes geopolíticos da magnitude dos que hoje ocorrem dificilmente se desenvolverão de forma pacífica. A ameaça de conflitos militares reaparece no horizonte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: